Como a Intensicare tem feito uso da Telemedicina

4

As Unidades de Terapia Intensiva no Brasil passam por diversos problemas e não é de hoje. Escassez de leitos, equipamentos e insumos, bem como a falta de equipe médica qualificada são apenas alguns deles. Para mudar esse cenário e oferecer um serviço em saúde de qualidade, a solução consiste em implantar práticas inovadoras, como a Telemedicina.

Este é um recurso bastante aplicado em países desenvolvidos, como os EUA, que procura aliar tecnologia e conhecimento para salvar vidas. Com a Telemedicina é possível prestar um atendimento eficaz e tratar pacientes críticos, mas com um quadro estável, no conforto do seu lar, fazendo um monitoramento adequado.

Assim, os percentuais de complicações médicas e mortalidade são reduzidos, bem como há um estreitamento maior na relação médico e paciente.

E um dos maiores exemplos de utilização da Telemedicina no Brasil é a Intensicare. Especialista em gestão de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s), atualmente ela oferece suporte para hospitais públicos e privados.

Continue lendo esse post e confira tudo sobre as iniciativas e recursos em Telemedicina que a Intensicare utiliza para oferecer serviços em UTI mais eficientes e de qualidade para a população.

As iniciativas e recursos de Telemedicina da Intensicare

A Intensicare já é considerada uma referência em Telemedicina na América Latina. Confira abaixo algumas das iniciativas, recursos e serviços que ela disponibiliza nesse sentido:

1.    UTI Virtual

Uma das maiores inciativas da Intensicare em Telemedicina é a UTI Virtual. Com profissionais prestando suporte 24 horas por dia, sete dias por semana, ela tem facilitado e monitorado pacientes que precisam de cuidados especiais.

Através de tecnologias como big data, a equipe responsável pelo paciente consegue obter dados reais sobre o mesmo, de forma rápida e precisa. Desde batimentos cardíacos, até indicadores de riscos.

Além disso, caso seja identificado algum quadro de risco os especialistas são avisados em questão de poucos segundos. Com isso, o paciente tem o atendimento necessário em pouco tempo, o que pode fazer toda a diferença em sua recuperação.

Uma das maiores vantagens que a Telemedicina implementada pela Intensicare traz é o fato da equipe a beira-leito ter total suporte dos especialistas, mesmo que eles estejam a quilômetros de distância.

2.    Tele-AVC

O Tele-AVC é mais uma das iniciativas que a Intensicare oferece aos seus pacientes através da Telemedicina. Basicamente o programa consegue sistematizar o atendimento ao paciente vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

É possível fazer o acompanhamento completo do paciente. Desde o momento da admissão no hospital, até a alta médica. Além disso, graças as tecnologias de monitoramento, ele também auxilia no processo de reabilitação que é tão importante quanto o tratamento em si.

Através dessa iniciativa qualquer paciente com suspeita de AVC, por exemplo, é imediatamente encaminhado para realizar os exames necessários. Todo esse processo é feito em questão de minutos justamente para otimizar um possível diagnóstico e tratamento.

Por meio dos recursos da Telemedicina que centralizam todos os dados, os resultados são analisados por uma equipe multidisciplinar e altamente capacitada. Tudo isso de forma online e em cerca de poucos minutos.

Se há uma confirmação de AVC, automaticamente o paciente é encaminhado para a UTI. Então inicia-se o tratamento e monitoramento de todas as mudanças do paciente.

A qualquer sinal de mudança ou risco os especialistas são alertados e os procedimentos adequados são providenciados.

3.    Inteligência artificial e Big Data

Mais uma das iniciativas da Intensicare em relação a Telemedicina é a utilização de inteligência artificial e big data na gestão de UTIs.

Com essas duas tecnologias atuando em conjunto, os especialistas conseguem fazer um acompanhamento mais detalhado, bem como chegar ao diagnóstico rapidamente.

Isso porque todos os dados coletados são centralizados em uma base dados específica. O que minimiza o risco, por exemplo, de um paciente ser encaminhado a um médico cuja a especializada não atende as suas necessidades.

Tudo é adicionado ao sistema de forma automática assim que a informação é gerada. Com isso, os dados serão analisados a partir de recursos de Inteligência Artificial. E, de acordo com essa análise é que a equipe multidisciplinar consegue definir o diagnóstico e indicar os tratamentos adequados.

Processos que poderiam levar horas ou até mesmo dias por conta de procedimentos obsoletos hoje em dia é possível fazer em questão de minutos por meio da Telemedicina.

Com isso a taxa de mortalidade de pacientes pode reduzir em até 25%, e o tempo de permanência do paciente em até 30%. Isso acaba desencadeando uma otimização nos atendimentos ao mesmo tempo que uma redução nos custos de hospitais.

Conclusão

A Intensicare é um ótimo exemplo de uso da Telemedicina. Através da gestão de UTIs e de todos os seus programas e inciativas, tanto o atendimento, quanto o diagnósticos e tratamento de pacientes tem melhorando, garantindo à população um atendimento em saúde de qualidade e para hospitais e clinicas a racionalização dos custos.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn